Internacionalização

Notícias de Eventos – 2019

O PPGCF recebeu, por iniciativa do docente permanente, Prof. Eric Gorgens, a pesquisadora Jacqueline Rosette, do Departamento de Geografia, Swansea University, Inglaterra (https://www.swansea.ac.uk/staff/science/geography/j.a.rosette/) que esteve por uma (1) semana em outubro na UFVJM para intercâmbio acadêmico e científico. A pesquisadora trabalha com o uso de sensores LiDAR de tamanho grande e pequeno para avaliação e inventário de parâmetros florestais, na análise de vegetação de plataformas aéreas e espaciais ou associado a outras tecnologias como a transferência radiativa FLIGHT para explorar o efeito das especificações do sensor. Esta área de pesquisa possui afinidade com o manejo de precisão e a ecologia, sublinhas do PPGCF. Sua vinda foi concomitante ao evento SEGRAMM (Semana de Compartilhamento de Técnicas e Conhecimentos da grande área de Mensuração e Manejo Florestal) cujos dados podem ser acessados pelo sítio https://gemmfdef.wixsite.com/gemmf/i-segramm.  O SEGRAMM contou com envolvimento dos professores Eric Gorgens, Marcio Leles Romarco de Oliveira.

39º ERBot – Encontro Regional de Botânica (MG, ES e BA), promovido pela Sociedade Botânica do Brasil (SBB), que contou com a vinda do pesquisador Marc Pignal, diretor do Herbário do Museu Nacional de História Natural de Paris. O evento ocorreu entre 25 a 28 de setembro de 2019, em Diamantina  e seus dados podem ser acessados pela página: http://39erbot.com.br. Promoveu o diálogo entre estudantes de graduação, pós-graduação e pesquisadores(as) da área, com interesse na flora regional com especial enfoque na Serra do Espinhaço, além de divulgar a importância da Botânica para a sociedade. O pesquisador Marc Pignal estabeleceu parceria com os pesquisadores Evandro Machado e Anne Priscila Dias Gonzaga para o desenvolvimento de pesquisas que possam ser bilaterais – vinculados, principalmente,  ao acervo de Auguste de Saint-Hilaire que se encontra no Museu Nacional de História Natural de Paris.

 13ª edição do Curso Internacional de Polinização (http://39erbot.com.br/xii-curso-internacional-de-polinizacao/) que, por muitos anos aconteceu na Chapada Diamantina (Bahia), mas já foi sediado na Amazônia, Sul, Sudeste e Centro Oeste do Brasil. Desde 2017 o curso é coordenado por um grupo de professores ligados a rede brasileira de interações planta-polinizador (REBIPP), dentre eles, o Prof. do PPGCF, André Rodrigo Rech e participação do bolsista PNPD do programa, Gudryan Barônio. O curso contou com professores da UFVJM, UFMG, Unifal-MG, UFSCAR, UFU, USP no Brasil e The University of Stirling (Escócia) e Universidad de Cordoba (Argentina). Foi ministrado em inglês e recebeu alunos de todas as regiões do Brasil e da Argentina, Alemanha e Inglaterra. O nível do Curso foi voltado para discentes de pós-graduação, mas recebeu alguns estudantes avançados de graduação e baseou-se em active learning ou seja, os discentes aprendem fazendo experimentos e interagindo com a natureza. Na equipe de 2019 houve a participação de 10 professores e 22 estudantes. Os dois grandes apoiadores dessa edição foram o Parque Estadual do Rio Preto, na Serra do Espinhaço Meridional, que possui uma infraestrutura humana e física qualificada. Outro parceiro foi o Instituto Biotrópicos que ofereceu apoio logístico e permitiu que o curso acontecesse.

Realização do Seminário: Minas Gerais e Orléans, Olhares Cruzados sobre August de Saint-Hilaire, ocorrido em 3 de maio de 2019. (http://diamantina.mg.gov.br/convite-seminario-minas-gerais-e-orleans-olhares-cruzados-sobre-auguste-saint-hilaire/) em parceria entre a UFVJM, Université d’Órléans, na figura do professor emérito M. Jean Pierre Vittu, Embaixada da França, com a presença do Adido Cultural M. Philippe Makany e as prefeituras do Serro, Diamantina e Conceição do Mato Dentro. Este seminário transformou-se em proposta de criação de unidade de conservação municipal e na criação de um “caminho de longo percurso” entre os municípios. Para tanto, tem sido elaborados projetos de pesquisa e extensão que se vinculam ao naturalista Auguste de Saint-Hilaire e seu legado sobre a paisagem e botânica da Serra do Espinhaço Meridional. Este projeto conta com a participação dos docentes permanentes do PPGCF: Evandro Machado, Anne Priscila Gonzaga e Danielle Piuzana Mucida.

Projetos aprovados e Apoio a Pesquisa

Projeto “Consolidação da pós-graduação da UFVJM por meio de parcerias com programas de excelência” (Processo CNPq 400904/2019-5) sob coordenação do professor André Rodrigo Rech e colaboração dos professores: Anne Priscila Dias Gonzaga; Danielle Piuzana Mucida; Evandro Luiz Mendonça Machado; Israel Marinho Pereira e José Barbosa dos Santos e o bolsista PNPD, Gudryan Barônio. O projeto conta com a oferta de 05 (cinco) bolsas de doutorado. (http://www.cnpq.br/web/guest/chamadas-publicas?p_p_id=resultadosportlet_WAR_resultadoscnpqportlet_INSTANCE_0ZaM&idDivulgacao=8622&filtro=abertas&detalha=chamadaDetalhada&id=47-1296-6209)

O prof. André Rodrigo Rech (coordenador) com colaboração demais professores do PPGCF: Evandro L. Machado Mendonça, Anne Priscila Dias Gonzaga, José Barbosa dos Santos, Israel Marinho Pereira e Danielle Piuzana Mucida tiveram proposta aprovada e com entrada em vigor em 2020 no edital de colaboração Brasil-Chile-China no edital Programa De Cooperação Estratégica com o Sul Global Coopbrass (CAPES-COOPBRAS) http://www.capes.gov.br/bolsas-e-auxilios-internacionais/pais/218-multinacional/9160-programa-de-cooperacao-estrategica-com-o-sul-global-coopbrass. O CoopBras financia missões de pesquisa de curta e média duração entre países membros. Será importante, em 2019, pois apresenta missões de Trabalho no exterior e Bolsas nas modalidades: Doutorado Sanduíche (dois por ano); Assistente de Ensino ou de Pesquisa para doutorandos; Pós-Doutorado; Professor Visitante Júnior e Professor Visitante Sênior para a China, de docentes permanentes envolvidos e de bolsistas de doutorado (2) para estágio sanduíche por ano. Além disso conta com recursos para manutenção de projetos.

O prof. André Rodrigo Rech é membro de equipe do projeto “Salvaguardando serviços de polinização em um mundo em mudança: teoria na prática” (SURPASS2) aprovado em 2019, uma parceria Brasil (FAPESP); Inglaterra (Natural Environment Research Council- NERC)-Argentina (Consejo Nacional de Investigaciones Científicas y Técnicas Conicet) e Chile (Comisión Nacional de Investigación Científica y Tecnológica – Conicyt). Integra o “Latin American Biodiversity Programme”, do NERC, e é apoiada, no Reino Unido, pelo Fundo Newton. O que une os países é o desenvolvimento de ferramentas de pesquisa que permitam monitorar a entrada de abelhas invasoras nestes países e a dependência de cultivos agrícolas de polinizadores.

O Eric Gorgens recebeu apoio do DAAD para desenvolver parte de sua pesquisa na Hochschule Natürliche Entwcklung Eberswalde/ Alemanha.

O prof. Reynaldo Campos Santana estabeleceu acordo de Cooperação entre a UFVJM e a Universidade da Flórida/EUA, após estágio pós-doutoral nesta universidade em parceria com o Professor Dr. Eric J. Jokela (http://sfrc.ufl.edu/people/faculty/jokela/ ). Os estudos compreendem dinâmica dos nutrientes no sistema solo-planta, nutrição e fertilização florestal e estudos de mecanismos biológicos que controlam a produtividade e sustentabilidade florestal. Um convênio para os próximos 5 anos, que abrange a mobilidade de estudantes do PPGCF e do DEF para atuarem nas pesquisas acima descritas a serem desenvolvidas na Florida University e na UFVJM.