Get Adobe Flash player

Mensagem da Reitoria

Sobre a Importância da difusão científica:

A divulgação da produção científica é tão importante como o invento e a inovação, pois não se pode usufruir da criação sem a devida disponibilidade propiciada pela sua propagação. Cabe dizer que a difusão científica, em si, representa uma “tura” no sentido de Julio Cortázar, pois consagra a literatura da produção científica.

Os avanços da ciência e da própria civilização seguiram a capacidade e eficiência da literatura, em um amplo sentido, e o poder da escrita tornou-se o meio eficaz de permitir a todo ser humano ter acesso à produção científica e intelectual e, com isso, não apenas se utilizar dos inventos e produção intelectual para consumo próprio, mas também, como um moto-contínuo, alimentar o desenvolvimento da ciência através do trabalho singular dos indivíduos e dos grupos organizados para o fazer.

A evolução – e em tempos mais recentes, a revolução – da comunicação alterou a face da cultura da sociedade, tornando incremental a ciência e a disseminação da produção científica e intelectual à velocidade dos meios digitais. Portanto, a academia e os acadêmicos vivem, hoje, senão à mercê, engajados no universo da comunicação virtual, que se impõe a todos os espaços como um mundo real.

A criação da Revista Multidisciplinar Vozes dos Vales da UFVJM consagra mais um passo da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri na direção do cumprimento de sua missão e para seus criadores, a expressão de um trabalho acadêmico de valor.

Prof. Dr. Pedro Angelo Almeida Abreu

Reitor da Universidade Federal dos Vales do Jequitinhonha e Mucuri – UFVJM

Minas Gerais – Brasil


“Tura”*: O Reitor da UFVJM refere-se à expressão do reconhecido escritor Julio Cortázar (1914 – 1984): “A nossa verdade possível tem que ser invenção, ou seja, literatura, pintura, escultura, agricultura, piscicultura, todas as turas deste mundo. Os valores, turas, a santidade, uma tura, a sociedade, uma tura, o amor, pura tura, a beleza, tura das turas.” (Capítulo 73 do livro “Rayuela” de Julio Cortázar)

banner-andifes banner-capes banner-cnpq banner-fapemig banner-fundaepe banner-periodicos banner-reuni bannertransparenciamenorlogo-w200logo-proexc DICOM