Meus Segredos com Capitu & Novella

Meus Segredos com Capitu – Ana Elisa Ribeiro
Novella – Sergio Fantini

Meus Segredos com Capitu, de Ana Elisa Ribeiro

Ana Elisa Ribeiro publica crônicas há 10 anos no portal Digestivo Cultural. Em 2012, decidiu publicar um livro com textos selecionados a partir do site. Foi a partir desta iniciativa que surgiu seu livro anterior, “Chicletes, lambidinha e outras crônicas”. No processo de edição do livro, a autora percebeu que havia “outro livro” inserido ali, tantas eram as crônicas que tinham como tema a leitura, livros, escritores e assuntos relacionados. Dessa forma, Ana concebeu “Meus segredos com Capitu – Livros, leituras e outros paraísos”.

Os textos reunidos pela autora versam sobre sua relação com as “coisas escritas”. Segundo o escritor Leo Cunha, privilegiado leitor crítico, as crônicas podem ser definidas como “uma declaração de amor ao livro e à leitura.” Segundo ele, Ana Elisa Ribeiro fala de sua paixão por tudo o que habita o universo dos livros: “os títulos, as letras, as vírgulas, a capa, o papel, a tinta, a tela, o teclado, o tablet.” Já a professora e pesquisadora Carla Viana Coscarelli, que assina a orelha, declarou: “Quando leio os textos da Ana Elisa fico querendo que todo mundo leia para se emocionar com a beleza dos textos dela e para perceber a riqueza do seu olhar crítico e poético, que nos faz ver o mundo de outra forma.”

NOVELLA, de Sérgio Fantini

“Novella” é mais um livro de contos de Sérgio Fantini, retomando os temas urbanos tão característicos em sua ficção. Estão lá os relacionamentos problemáticos, amores conflituosos e o cenário cotidiano quase como um personagem a mais. O livro carrega consigo o DNA das duas últimas publicações de Fantini. A primeira parte traz contos precisos, ao estilo do ótimo “A ponto de explodir” (que, aliás, ganhará nova edição ainda este ano pela Jovens Escribas). Já a segunda parte, intitulada “Muito silêncio (por nada)”, traz uma interessantíssima (e multifacetada) personagem chamada Maria, cantada e lamentada pelo(s) narrador(es) das histórias remete às histórias contidas em “Silas”, livro do autor lançado em 2011.

Sobre o livro, Sérgio Fantini disse: “Nomeei Novella a este volume. Como as de tevê, exibo sempre a mesma história vivida pelos mesmos personagens nos cenários sempre iguais. Em italiano, novella remete a evangelho — e literatura é o meu. Enquanto gênero literário, ela não é popular no Brasil: em termos de extensão, algo entre o conto e o romance. Como meus textos parecem existir sempre no mesmo universo (“mundinho” seria mais adequado), fico com a expectativa de que eles possam soar, se eu tiver sorte, não repetitivos, mas como peças de um engenho maior, nem melhor nem pior assim, apenas minha máquina de sobreviver.”

Um detalhe importante sobre “Novella” é que a ilustração que estampa a capa foi feita pelo escritor e roteirista Marçal Aquino. Pouca gente tinha conhecimento deste dom oculto do autor de livros como “Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios”.

SÉRGIO FANTINI e ANA ELISA RIBEIRO

Sérgio Fantini nasceu em Belo Horizonte, onde reside. A partir de 1976, publicou zines e livros de poemas, além de haver realizado shows, exposições, recitais e performances. Teve textos selecionados para diversas antologias no Brasil e exterior. Tem publicados os livros Diz Xis, Cada Um Cada Um, Materiaes (Dubolso), Coleta Seletiva (Ciência do Acidente), Camping Pop (Yiyi Jambo, Paraguai), A ponto de explodir (edição do autor) Silas, (Jovens Escribas) e A Baleia Conceição (Formato/Saraiva).

Ana Elisa Ribeiro é belo-horizontina, mãe do Eduardo e leva a sério a tarefa de ser professora e pesquisadora no Brasil. Autora de Poesinha (Poesia Orbital, 1997), Perversa (Ciência do Acidente, 2002) e Fresta por onde olhar (InterDitado, 2008), todos de poesia. É cronista do Digestivo Cultural desde 2003. Em 2011, estreou na literatura infantil com Sua Mãe, pela editora Autêntica. Seu livro de crônicas Chicletes, Lambidinha & outras crônicas foi lançado pela Jovens Escribas, em 2012.

EDITORA JOVENS ESCRIBAS

A editora potiguar começou como tantas outras independentes espalhadas pelo Brasil, a partir da iniciativa de autores dispostos a se autopublicar. Com a evolução do trabalho, a profissionalização inevitável e a qualidade das publicações, logo os livros e autores lançados pela casa chamaram a atenção de outros escritores fora do Rio Grande do Norte. Em 2007, o editor Carlos Fialho conheceu os autores Sérgio Fantini e Ana Elisa Ribeiro o que acarretou nas publicações a serem lançadas no próximo dia 14 de maio, e esta relação líteroafetiva levou à parceria que já rendeu esses quatro livros.

Sobre o trabalho da editora, Fantini declarou: “Registro que a competência deste editor e o seu, mais que profissional, afetivo trabalho com Silas, me tranquilizam para tirar da gaveta estes contos imberbes.” O resultado poderá ser conferido a partir da noite de lançamento na Casa dos Contos.

Fonte: http://www.agendabh.com.br/eventos_detalhes.php?CodEve=11019

Deixe uma resposta